Comunidades

PLCE 02/2019


Explicações dos Demonstrativos de Perdas Salariais com o advento do PLCE Nº 02

1) Os gráficos utilizados demonstram algumas situações dos servidores por faixas salariais logo, temos no gráfico 1, nível médio 6, letra “A”, corresponde a um servidor com padrão salarial, por exemplo, detentor do cargo de Assistente Administrativo, em inicial de carreira, cujo básico, atualmente é de: R$ 1.344,71. (obs:Foi considerado 40 horas semanais de trabalho)

2) Os gráficos utilizados demonstram algumas situações dos servidores por faixas salariais logo, temos no gráfico 2, nível superior, letra “A”, corresponde a um servidor com padrão salarial, por exemplo, detentor do cargo de Engenheiro, em inicial de carreira, cujo básico, atualmente é de: R$ 2.257,76. (Obs:Foi considerado 40 horas semanais de trabalho)

3) Os gráficos utilizados demonstram algumas situações dos servidores por faixas salariais logo, temos no gráfico 3, nível M5, letra “A”, detentor do cargo de PROFESSOR, corresponde a um servidor com padrão salarial, por, em inicial de carreira, cujo básico, atualmente é de: R$ 2.658,48. (Obs: Foi considerado 40 horas semanais de trabalho)

4) Os gráficos utilizados demonstram algumas situações dos servidores por faixas salariais logo, temos no gráfico 4, nível 4, letra, “A”, corresponde a um servidor com padrão salarial, por exemplo, detentor do cargo de Motorista , em inicial de carreira, cujo básico, atualmente é de: R$ 961,69 (Foi considerado 40 horas semanais de trabalho).

5) A representação, da linha vermelha, nos gráficos demonstra a situação atual, ou seja, se nenhuma alteração ocorrer no Estatuto do Servidor Público (LC nº 133/85) e nos planos de carreira dos servidores, ao longo dos anos, estes tem um acréscimo na sua remuneração em final de carreira. Todavia, se for implantando o PLCE Nº 02/2019, representado pela linha azul, nos gráficos, haverá um “achatamento” ou perda remuneratória progressiva e irreversível, ao longo dos anos. Isso ocorre por que haverá um congelamento nos valores concedidos nos regimes de trabalho (não terão mais reajustes) e quase não haverá mais concessão de vantagens por tempo de serviço. Em relação à designação para função gratificada, também, na prática nenhum servidor terá a possibilidade de incorporação na íntegra.


Veja aqui os gráficos demonstrativos de perdas salariais por categoria funcional.